Consultas SCPC Online

Clique aqui para consultar

Digite código e senha para fazer sua consulta

Notícias


Potencial de consumo de PG aumenta 5% e atinge R$ 8,6 bilhões

É a 68ª cidade com maior potencial de compra do Brasil


A movimentação econômica ponta-grossense terá um incremento real neste ano de 2018. A pesquisa IPC Maps, realizada pela IPC Marketing Editora, mostra que o potencial de consumo de Ponta Grossa para 2018 deverá atingir a cifra de R$ 8,66 bilhões, contra R$ 8,24 bilhões registrados em 2017, ou seja, uma movimentação R$ 420 milhões superior à registrada no ano passado. Em termos nominais, isso representa uma alta de 5,1%. Descontada a inflação no período de um ano (IPCA), na casa de 2,7%, mostra que o potencial de consumo deverá ter um aumento real de quase 2,5%. Os números foram revelados no final da tarde desta terça-feira (8). Com esse resultado, Ponta Grossa manteve sua posição no ranking nacional de consumo, como a 68ª cidade com maior potencial de compra do Brasil. No Estado do Paraná, contudo, perdeu uma posição, e agora ocupa a 6ª colocação, atrás de São José dos Pinhais. O fato de registrar um crescimento é um fator bastante positivo para o secretário municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional, Paulo Carbonare. Ele lembra que os investimentos industriais já consolidados fizeram com que Ponta Grossa mantivesse resultados mais favoráveis nos últimos anos. “Este é um número importante, que vem pra comprovar o desenvolvimento econômico e o progresso da cidade, que são reflexos dos grandes investimentos industriais e da boa aplicação do dinheiro público. Também é importante destacar que dando apoio aos pequenos e médios empresários também podemos fortalecer toda a cadeia da economia” destaca. 

Fonte: ARede